quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

São Paulo divulga calendário escolar da rede estadual 2017


Datas foram publicadas no Diário Oficial e estabelecem os períodos de aulas e recessos; os 200 dias letivos estão garantidos.


O calendário escolar de 2017 já está definido. As datas foram publicadas pela Secretaria da Educação de São Paulo no Diário Oficial. No próximo ano, as atividades de alunos e professores terão início em 1º de fevereiro. A data é a mesma em todas as 5 mil unidades de Ensino Fundamental, Médio e Educação de Jovens e Adultos.
O documento determina ainda para 28 de junho o fim do primeiro semestre. Por sua vez, as aulas regulares do segundo semestre têm começo agendado para 31 de julho. Para garantir o cumprimento dos 200 dias letivos, previstos na Lei de Diretrizes e Bases (LDB), as escolas devem encerrar a programação pedagógica, no mínimo, no dia 21 dezembro.

Atividade
Data
Início das aulas 2017
1º de fevereiro
Recesso escolar
29 de junho a 30 de julho
Início do 2º semestre
31 de julho
Fim do ano letivo
A partir de 21 de dezembro

Matrículas e transferências
         Ao longo de todo o mês de janeiro, as escolas recebem matrículas de novos alunos interessados em ingressar na rede estadual. Para fazer o cadastro basta se dirigir à unidade de ensino mais próxima e preencher o formulário. É indicada a apresentação de documento de identidade (certidão de nascimento e RG) e comprovante de residência. No caso de alunos menores de idade, o cadastro deve ser feito por pais ou responsáveis.​

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Unidade Escolar: "Professor Francisco Casabona" - Parabéns a todos!










Trabalhados expostos no corredor da Escola e na Sala de Leitura 

Parabéns as Professoras Roselane e Roselene

Divulgação de Peça Teatral



Fonte: UNESP

Um tema interessante para tratar na sala de aula: "A frágil saúde dos adolescentes"

Revista: Pesquisa FAPESP 

Levantamentos nacionais alertam para níveis elevados de excesso de peso, hipertensão, colesterol total e sedentarismo. 

Dois amplos inquéritos nacionais, sendo o primeiro realizado com 75.000 e o outro com 100.000 adolescentes avaliados em todo o país, desenharam um quadro preocupante da saúde de nossos adolescentes. 

Razões preocupantes, 1 (um) em cada 4 (quatro) adolescentes apresentou excesso de peso (sobrepeso ou obsedidade) e 1 (um) em cada 10 (dez), hipertensão arterial. De acordo com os exames de sangue feitos em um dos estudos, 1 (um) em cada 5 (cinco) apresentou taxas acima do recomendável de colesterol total. 

Outros números interessantes, em um dos levantamentos, o Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (Erica), mobilizou cerca de 500 pesquisadores de 30 universidades do país. Em 2013 e 2014, os entrevistadores coletaram informações sobre 75.000 adolescentes de 12 a 17 anos em 1.247 escolas públicas e privadas de 124 municípios de todo o país. 

Leiam mais sobre o assunto!